Vendas no dia das mães caíram 65,5% neste ano, diz ACSP

Por Metro Jornal

Com as medidas restritivas de combate à pandemia de covid-19, o movimento de vendas caiu 65,5% no dia das mães deste ano em comparação a 2019, de acordo com a ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

O levantamento registrou queda de 48,7% no movimento de vendas a prazo no período. Já as vendas à vista tiveram um recuo ainda maior, de 82,2. Por outro lado, na comparação com os primeiros quinze dias de abril, as vendas atingiram alta média de 5,8%, puxadas pela compra de lembranças para as mães. Foram 3,9% de alta nas vendas a prazo, e 7,7% nas à vista.

VALE BANNER 1500x1250

O economista da ACSP, Marcel Solimeo, afirma que as perdas nas vendas não devem se recuperar até o final do mês. "O fluxo de vendas do comércio é contínuo, tem de vender todo dia. Por isso as perdas são irrecuperáveis", conclui.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo