Com feriado em São Paulo, Santos quer desestimular viagem ao litoral

Prefeito afirma que cidades da Baixada estudam decretar feriado quando São Paulo estiver em dias normais

Por Band.com.br com Rádio Bandeirantes

O “megaferiado” decretado em São Paulo, para forçar a população a ficar em casa, tem reflexos na Baixada Santista. É o que afirma o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa (PSDB). Segundo ele, as pessoas encaram os dias sem trabalho como um lazer, e acabam se deslocando para o litoral.

“O feriado para a capital paulista é uma medida adequada, mas produz resultados inversos à Baixada Santista”, disse Barbosa em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Veja também:
Vendas no dia das mães caíram 65,5% neste ano, diz ACSP
Projeto de Lei que antecipa feriado para segunda é sancionado

VALE BANNER 1500x1250

O prefeito, que também é presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista, ressalta que o objetivo é tentar impedir esse possível deslocamento. “Nossa ideia é desestimular a vinda de pessoas à Baixada Santista nesse feriado”, declarou.

Barbosa disse ainda que as nove cidades da Baixada estudam decretar os feriados municipais de modo inverso ao da capital. Isso quer dizer que só haverá feriado no litoral sul quando a cidade de São Paulo estiver em dias normais.

Loading...
Revisa el siguiente artículo