2020: Um ano para repensar nossa relação com a natureza

Metro Jornal tenta entender como o mundo está se preparando para celebrar o dia em meio à pandemia de covid-19

Por Miguel Velázquez - Metro internacional

O Dia Internacional da Biodiversidade é celebrado em 22 de maio. O tema a ser tratado pela comunidade internacional nesse ano busca reexaminar nossa relação com as florestas e a biodiversidade.

“Uma coisa é certa: apesar de todos os nossos avanços tecnológicos, somos completamente dependentes de ecossistemas saudáveis ​​e vibrantes para água, alimentos, remédios, roupas, combustível, abrigo e energia, só para citar alguns. O tema desse ano é “Nossas Soluções Estão na Natureza” e enfatiza a esperança, a solidariedade e a importância de trabalharmos juntos em todos os níveis para construir um futuro de vida em harmonia com a natureza”, declarou a ONU (Organização das Nações Unidas) em comunicado.

Em preparação à comemoração de hoje, entidades internacionais, em conjunto com organizações não-governamentais, organizaram a Semana Internacional da Biodiversidade a fim de debater a importância do conhecimento e da ciência. No decorrer da semana, três temas essenciais foram discutidos, como a conscientização da importância da biodiversidade para o futuro.

De acordo com a ONU,  a diversidade biológica é frequentemente entendida em termos da grande variedade de plantas, animais e micro-organismos, mas também inclui diferenças genéticas dentro de cada espécie, por exemplo, entre variedades de culturas e raças de gado e a variedade de ecossistemas que hospedam várias interações entre seus membros.

A organização internacional afirma que a perda de biodiversidade ameaça inclusive nossa saúde e afirma que dados mostram que a perda de biodiversidade e de faunas e floras pode expandir as doenças transmitidas de animais para seres humanos. Por outro lado, se a mantivermos intacta, ela nos retribui com excelentes ferramentas para combater pandemias como a causada pelo novos coronavírus.

“A crise causada pelo vírus Sars-Cov-2 destacou ainda mais os riscos que estamos assumindo pela natureza degradada e desestabilizada”, explicou Gavin Edwards, coordenador global do WWF (World Wide Fund for Nature).

VALE BANNER 1500x1250

Leia entrevista completa com Edwards abaixo:

Qual é o objetivo da Semana Internacional da Biodiversidade?

A natureza é a estrutura de salvação para os 7,6 bilhões de pessoas que habitam o planeta Terra. Ela sustenta nossas sociedades e economias e é um dos nossos maiores aliados no combate à crise climática. Mas hoje a natureza está falhando como nunca antes. Estamos destruindo os sistemas naturais em que confiamos para nossa saúde e bem-estar mais rápido do que eles podem se reabastecer – comprometendo nossa própria sobrevivência e existência.

A semana da biodiversidade é uma oportunidade para chamar a atenção para a necessidade urgente de reexaminar nosso relacionamento com o mundo natural. A crise de saúde em virtude da covid-19, que devastou milhões de vidas e paralisou as economias mundiais, abriu brechas em nossa sociedade e no atual modelo econômico. O tema da semana da biodiversidade deste ano, “Nossa Solução Está na Natureza”, é um apelo para reconstruir um mundo melhor e sustentável para nossa saúde e a saúde de nosso planeta.

Como podemos melhorar nosso relacionamento com a natureza?

Juntos, podemos ajudar o mundo a construir um novo relacionamento com a natureza – que apoie melhor saúde e meios de vida mais verdes e nos deixe mais resilientes à próxima crise. Com nossos líderes programados para tomar decisões críticas sobre meio ambiente, clima e desenvolvimento no próximo ano, temos uma oportunidade imperdível de garantir um Novo Acordo para a Natureza e as Pessoas que coloca a natureza no caminho da recuperação até o final da década. Ao proteger e restaurar a natureza e seus ecossistemas, protegemos e restauramos a nós mesmos. É o momento de maximizar nossa influência sobre governos, empresas e o público, absorver as lições geradas por essa crise e avançar para um “novo normal” onde a criação de empregos, o desenvolvimento econômico e a igualdade social são alimentados pelo desenvolvimento verde baseado na humildade e respeito em relação à natureza.

Que mensagem gostaria de deixar ao leitores do Metro?

Neste Dia da Biodiversidade, quando o mundo começar a planejar uma recuperação pós-pandemia, os governos precisam aproveitar a oportunidade de “recuar melhor”, criando sociedades mais sustentáveis, resilientes e inclusivas. À medida que os governos trabalham para recuperar suas economias, é vital que priorizem o investimento nos tipos de setores e empregos que constroem economias resilientes e evitem investir naqueles que não o fazem. Temos uma chance rara de consertar as coisas e reequilibrar nosso relacionamento com o planeta, pedindo ações sobre a natureza que melhorem a saúde e o bem-estar humanos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo