Pará cria benefício a magistrados em meio a pandemia da covid-19

Sindicato dos Funcionários do Judiciário do Estado afirma que o valor pago pode chegar a R$ 240 mil por juiz

Por Band.com.br e Rádio Bandeirantes

O governador do Pará, Helder Barbalho, criou um benefício a magistrados em meio a pandemia do coronavírus. A licença-prêmio de 60 dias adquirida após cada triênio ininterrupto de efetivo exercício foi publicada no Diário Oficial. As informações são do Pedro Campos, da Rádio Bandeirantes.

O Sindicato dos Funcionários do Judiciário do Estado afirma que o benefício pode chegar a R$ 240 mil por juiz e denuncia que autoridades estão aproveitando a espera pela sanção do projeto de ajuda econômica a Estados e municípios para liberar penduricalhos.

Veja também:
Menino de 14 anos é morto durante operação policial no Complexo do Salgueiro
Brasilândia é o bairro de São Paulo com mais mortes por coronavírus há um mês

A contrapartida para o socorro financeiro será o congelamento de vencimentos do funcionalismo público. Em março, o TJ do Pará publicou resolução instituindo o direito à indenização de licença-prêmio aos seus magistrados.

O CNJ suspendeu os efeitos da resolução, ressaltando que o ato ofenderia os princípios da legalidade e moralidade, além de implicar em possíveis prejuízos ao erário. Apesar disso, em sessão extraordinária a Alepa aprovou o projeto.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo