Relógios de rua de São Paulo mostram informações erradas sobre rodízio de veículos

Por Metro Jornal

Mesmo após o fim do rodízio ampliado e a volta do regime normal de restrição de veículos, relógios de rua de São Paulo mostram informações erradas sobre as placas liberadas para circulação. Ao invés de notificar sobre o limite para veículos placa 1 e 2, os aparelhos informam que estão permitidos apenas os veículos com placas pares (0, 2, 4, 6, 8).

Sem conseguir aumentar o isolamento social na cidade de São Paulo, o rodízio ampliado, que funcionou só na semana passada, foi extinto no domingo (17) pela prefeitura. Com isso, o governo anunciou a retomada do rodízio tradicional a partir desta segunda-feira (18).

Veja também:
Grupo Bandeirantes lamenta agressão a repórter durante ato em Brasília
Começa o pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial; veja calendários

Neste modelo, os carros são proibidos de circular de acordo com o final da placa e o dia semana: segunda-feira (1 e 2), terça-feira (3 e 4), quarta-feira (5 e 6), quinta-feira (7 e 8) e sexta-feira (9 e 0). A proibição vale no centro expandido, das 7h às 10h e das 17h às 20h.

A Prefeitura de São Paulo já solicitou para que a concessionária responsável pelos relógios de rua retire as mensagens sobre o rodízio ampliado na capital. Porém, não há um prazo para o trabalho de atualização.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo