Paulo Marinho depõe na PF sobre vazamento de informações a Flávio Bolsonaro

Por Band News FM

O empresário Paulo Marinho se prepara para depor na Polícia Federal sobre um suposto vazamento da Operação Furna da Onça. Em conversa com a jornalista Mônica Bergamo, colunista da BandNews FM, o pré-candidato à Prefeitura do Rio pelo PSDB se disse tranquilo, e garantiu ter documentos que comprovam seu relato.

A Procuradoria-Geral da República pediu que a Polícia Federal ouça o depoimento do empresário, mas ainda não há data para que o suplente do senador Flavio Bolsonaro fale à PF.

LEIA MAIS:
PIB caiu 1,2% de janeiro a março de 2020, diz FGV
Estado de São Paulo e prefeitura querem ‘superferiado’ de seis dias

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, o empresário relatou que foi procurado por Flavio em 2018 para traçar uma estratégia de defesa na investigação sobre um suposto esquema de rachadinha.

O caso envolveria o então assessor dele Fabrício Queiroz na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. Segundo Paulo Marinho, um delegado da Polícia Federal vazou para Flavio e auxiliares, uma semana após o primeiro turno em 2018, que seria deflagrada a ação contra deputados estaduais.

Na investigação, Queiroz era um dos alvos e acabou exonerado em 15 de outubro. A Operação Furna da Onça foi deflagrada em 8 de novembro. O senador, filho do presidente Jair Bolsonaro, diz que as declarações de Paulo Marinho não passam de invenção de alguém desesperado e sem votos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo