Mulheres e crianças têm prazo para tomar vacina contra gripe estendido

Por Estadão Conteúdo

O comparecimento insuficiente de mães e crianças em postos de vacinação contra gripe levou a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo a reforçar a convocação para última fase e estender prazo. A vacina contra a gripe não imuniza contra o novo coronavírus, mas é fundamental para reduzir o número de pessoas com sintomas respiratórios nos próximos meses.

Até a última quinta-feira, 14, compareceram aos postos somente 430.872 crianças (14,1% de cobertura vacinal), 79.654 gestantes (17,7%) e 13.663 puérperas (18,4%). Também foram aplicadas doses em 9.216 pessoas com deficiências.

Embora o prazo inicial para estes grupos se encerrasse neste domingo, 17, as doses ainda serão oferecidas a quem comparecer aos postos. A meta é alcançar pelo menos 90% de um total de 3 milhões de crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, 451,1 mil gestantes e 74,1 mil puérperas (mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias).

A campanha acaba em 5 de junho e a partir de segunda-feira, 18, começa a última fase, disponível para 2 milhões de adultos de 55 a 59 anos de idade, além de professores de escolas públicas e privadas.

Em toda a campanha deste ano, SP pretende vacinar 90% da população-alvo de 15,4 milhões de moradores contra o vírus influenza. Até 14 de maio, 10,5 milhões foram vacinados.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo