Eslovênia zera casos de coronavírus, mas não relaxa medidas

Por Portal da Band

A Eslovênia, país pequeno com 2 milhões de habitantes, foi o primeiro integrante da União Europeia a se declarar livre do coronavírus. O país registrou menos de sete infecções diariamente por duas semanas seguidas.

Apesar da boa notícia, a Eslovênia não vai relaxar 100% e disse que algumas medidas serão mantidas pra evitar uma segunda onda e infecções, como o uso de máscaras e o distanciamento social.

No total, a nação europeia registrou quase 1,5 mil casos da doença e pouco mais de 100 mortes.

Itália começa reabertura

A partir da próxima segunda-feira, a Itália vai reabrir museus, bibliotecas e exposições – com medidas restritivas.

O Vaticano também vai abrir as portas e já está se preparando pra essa ocasião especial. A Basílica e a Praça São Pedro foram desinfetadas nesta sexta-feira, 15.

As missas poderão voltar a acontecer a partir do próximo dia 18 de maio.

Restaurantes voltam a operar na Alemanha

Os moradores de Berlim também têm motivos pra comemorar. Após dois meses, restaurantes voltaram a abrir na capital da Alemanha.

A maior economia da Europa – e a quarta do mundo – sente os efeitos da pandemia. No primeiro trimestre do ano, a queda do PIB alemão foi de 2,2%.

Já são seis meses de contração, o que significa que o país está tecnicamente em recessão. E especialistas acreditam que no segundo trimestre, o tombo pode ser de 10%.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo