Operação do Bope deixa dez mortos no Rio de Janeiro

Por Metro Jornal

Uma operação conjunta entre Polícia Civil e Militar no complexo do Alemão, na zona norte do Rio de Janeiro, deixou cinco mortos na manhã desta sexta-feira (15).

Inicialmente, cinco feridos foram levados ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha (zona norte). Segundo a PM, eles morreram durante o atendimento.

LEIA MAIS:
Após atraso, 8,3 milhões de brasileiros têm auxílio emergencial aprovado
RJ: Enfermeiros dormem no chão de hospital de campanha no Maracanã

Durante a tarde, outros cinco corpos encontrados em vielas próximas ao tiroteio foram levados por moradores até a avenida Itaoca, na altura da rua Nova Brasília.

Policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora Nova Brasília foram chamados e isolaram o local até a chegada de peritos da Polícia Civil. Esses corpos ainda não haviam sido identificados.

Ainda de acordo com policiais, agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), a tropa de elite da PM realizaram a operação para investigar paradeiro de um homem apontado como líder do tráfico de drogas local, além de tentar localizar uma residência usada como esconderijo de fuzis na comunidade.

Um dos mortos era um criminoso foragido do sistema prisional desde 2016 e considerado líder do tráfico nas comunidades Pavão-Pavãozinho e Cantagalo, na zona sul.

Além das dez mortes, o salto da operação foram oito fuzis, 85 granadas e uma quantidade não divulgada de entorpecentes apreendidos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo