São Paulo amplia categorias com direito à isenção do novo rodízio

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

A Prefeitura de São Paulo publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (14) alterações das regras do novo rodízio de placas em vigor desde a segunda (11).

Foi feito um detalhamento no artigo 4 que acrescenta novas categorias com direito à isenção do rodízio. Entre elas estão veículos que conduzem gestantes e pessoas com doenças crônicas que comprometam mobilidade ou que realizem tratamento continuado.

Veja também:
Campanha contra a gripe já imunizou 63% do público-alvo na capital paulista
Calendário do Enem passa a ser a maior questão do exame

Também podem solicitar a isenção profissionais das áreas de serviços de limpeza urbana, como coleta de lixo e resíduos sólidos, de segurança privada e escolta e de manutenção e assistência técnica de equipamentos utilizados em atividades consideradas essenciais na pandemia.

Outra mudança é o artigo 7, com informações sobre a possibilidade de recurso de multas no caso de atendimento de emergência devidamente comprovada. As alterações do decreto entram em vigor nesta quinta-feira, com seus efeitos válidos desde segunda.

As regras do novo rodízio

Desde segunda-feira, veículos com placa final par (0, 2, 4, 6, 8,) só podem circular em dias pares; já veículos com placa final ímpar (1, 3, 5, 7, 9) só podem circular em dias ímpares. O novo rodízio vale por 24h, em toda a cidade. Profissionais da saúde e diversas outras categorias foram liberadas da restrição, mas precisam se cadastrar com a prefeitura para garantir a isenção.

Loading...
Revisa el siguiente artículo