Wuhan fará testes em massa após novos casos

Por Metro Jornal

Depois de 35 dias sem registrar novos pacientes de covid-19, Wuhan, cidade chinesa berço da pandemia, reportou nessa semana seis novos casos em um bairro da região. Ao todo foram confirmados 18 novos pacientes no país pela Comissão Nacional de Saúde, alguns em estado crítico.

Em resposta às novas confirmações, autoridades da cidade encomendaram cerca de 11 milhões de testes para todos os habitantes. Wuhan havia sido isolada pelo governo chinês desde 23 de janeiro e retomou atividades no início de abril.

A expectativa é de que o plano da testagem rápida seja realizado em cerca de dez dias e visa impedir uma nova grande onda de contaminação.

O primeiro caso confirmado entre os seis trata–se de um idoso. Em março, ele apresentou febre, mas continuou sua recuperação durante dez dias em casa. Em abril, ele reapresentou sintomas e procurou um hospital próximo e teve o teste confirmado para a Sars-Cov-2.

Durante o período em que permaneceu em casa, sem a confirmação da doença, mulher e vizinhos do paciente foram contaminados.

Em entrevista à emissora estatal chinesa, o chefe do Centro Chinês de Contaminação e Prevenção de Doenças, Wu Zunyou, explicou que o vírus se manifesta de maneira diferente entre os pacientes e que não descarta novos casos na cidade, já que o curso da doença pode ser de até 50 dias.

Loading...
Revisa el siguiente artículo