Prefeitura de São Paulo transfere pacientes do SUS para hospitais privados

Por Rádio Bandeirantes

A prefeitura de São Paulo já contratou 129 leitos de UTI na rede privada para transferir pacientes do SUS (Sistema Único de Saúde) durante a pandemia da covid-19.

Já houve 48 transferências. O aluguel de cada leito vai custar ao município R$ 2,2 mil por dia. O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, classifica a ação como fundamental até a chegada de novos respiradores aos hospitais da prefeitura.

Veja também:
Heliópolis, maior favela de São Paulo, tem 59 mortos por coronavírus
Relógio de rua dá informação trocada sobre rodízio em São Paulo

O município aguarda aparelhos comprados pelo estado e por organizações sociais, mas parte das encomendas deve chegar somente no fim do mês.

Na sexta-feira (8), o prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou que 11 hospitais particulares foram conveniados pela prefeitura para a transferência de pacientes com coronavírus. São os hospitais da Cruz Vermelha, da Universidade de Santo Amaro, do Rim, Casa de Santo Amaro, Beneficência Portuguesa, Oswaldo Cruz, Santa Marcelina, Santa Isabel, São Luiz Gonzaga, Leforte e Santa Cruz.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo