Bolsonaro tem maior gasto no cartão corporativo do que Dilma e Temer

Por Metro Jornal

Durante sua campanha, Jair Bolsonaro (sem partido) chegou a mencionar que gostaria de eliminar o cartão corporativo. Contudo, a atitude não foi colocada em prática e o presidente vem usando o cartão muito mais que governos anteriores.

Na atual gestão, os gastos com cartão corporativo aumentaram.  Bolsonaro gastou, em média, R$ 709,6 mil por mês, o que representa um aumento de 60% em relação ao governo Temer e de 3% em comparação com o governo de Dilma.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo