São Paulo pode ter 11 mil mortes por coronavírus até o fim de maio

Por Metro Jornal

O Estado de São Paulo pode atingir até 11 mil mortes por covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, até o dia 31 de maio. A projeção foi divulgada nesta sexta-feira (8), durante coletiva de imprensa do governo estadual no Palácio dos Bandeirantes, zona sul da capital paulista.

O dado foi compartilhado pelo presidente do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, que assumiu a coordenação interina do Centro de Contingência contra o coronavírus – o médico David Uip, que lidera o órgão, está de licença médica. Segundo Covas, o número de casos no estado pode chegar a 100 mil.

Ambos os números dependem de um índice mínimo de isolamento social de 55%, sete pontos percentuais do que vem sendo registrado nas últimas semanas no estado. Nesta sexta, o governo prorrogou a quarentena até o dia 31 de maio e atualizou os números da doença: são 41.830 casos diagnosticados e 3.416 mortes.

Veja também:
Inscrições para o Enem 2020 começam na próxima segunda
Jornalistas lançam série de documentários sobre o coronavírus

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo