Estudo aponta Brasil como novo epicentro do coronavírus no mundo

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

Um estudo publicado pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) em Ribeirão Preto aponta que o Brasil já pode ser considerado o novo epicentro do coronavírus no mundo, passando os números dos Estados Unidos.

A pesquisa aponta que o Brasil pode enfrentar um colapso no sistema de saúde na semana que vem, caso a população não respeite o isolamento social. De acordo com o estudo, o número real de novos registros no país no último dia de abril era 16 vezes maior que o divulgado pelo Ministério da Saúde – ou seja, mais de 1 milhão de casos.

Veja também:
Hospital de campanha do Pacaembu faz um mês com 75% de ocupação
Após reclamações, São Paulo suspende bloqueios em avenidas

O professor da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto e pós-doutor em Física, Domingos Alves, chama atenção para a subnotificação no país. Os pesquisadores defendem que o Brasil já é o principal foco de contaminações por coronavírus no mundo e que o cenário é mais grave do que o enfrentado pela China.

A escalada de casos e a falta de números precisos sobre a doença leva à sobrecarga do sistema de saúde e dificulta o planejamento de políticas públicas voltadas para a área. O governo federal diz que são pouco mais de 100 mil pacientes confirmados.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo