Países europeus começam a voltar à vida (quase) normal

Por Metro Jornal

Depois de ao menos seis semanas seguindo medidas rígidas de isolamento social, cerca de nove países europeus retomaram ontem parte das atividades econômicas e escolares. O continente tem verificado a diminuição da taxa de contágio e de mortes registradas diariamente. A reabertura, entretanto, tem sido avaliada constantemente para evitar novas ondas de contaminação. Todos os países exigiram regras rígidas de higiene como controle de acesso e aglomerações, além do uso obrigatório de máscaras em locais públicos.

Alemanha
O país tem adotado medidas graduais do afrouxamento da quarentena desde o mês passado. Em abril, estabelecimentos comerciais com menos de 800 metros quadrados puderam retomar atividades. Ontem, houve a retomada parcial de escolas, comércio, salões de beleza, igrejas, museus e zoológicos.

Áustria
Desde ontem, cerca de 100 mil alunos que cursam os últimos anos escolares retornaram às aulas – o restante deve retornar até o fim do mês. Lojas e serviços também recomeçaram atividades. Restaurantes e hotéis reabrem no próximo dia 15.

Bélgica
Trens e ônibus no país tiveram suas frotas aumentadas, mas o comércio permanece fechado até as próximas medidas de afrouxamento marcadas para os dias 11 e 18 de maio. Lojas de tecidos foram reabertas para a confecção de máscaras.

Espanha
O governo espanhol deu inicio ontem às quatro frases de afrouxamento no país. Agora é permitido fazer exercícios ao ar livre, ir a salões de beleza e retirar alimentos com hora marcada em restaurantes. Lojas continuam fechadas, adaptando-se às novas regras de higiene.

Grécia
O país permitiu a prática de atividades físicas ao ar livre. Livrarias, cabeleireiros e lojas de equipamentos eletrônicos retomaram atividades.

Hungria
As medidas de “lockdown” foram encerradas por todo o país, exceto na capital, Budapeste.

Itália
Com a quarentena mais restrita do mundo, cerca de 5 milhões de pessoas retornaram ontem ao trabalho após dois meses de restrições. Fábricas e setores de construção foram reabertos. Restaurantes e bares só funcionam para retirada de pedidos.

Polônia
Creches, centros comerciais, museus e bibliotecas foram reabertos ontem no país. Locais como hotéis, piscinas, academias de musculação e praças de alimentação poderão funcionar com restrições, para evitar aglomerações.

Portugal
Medidas de distanciamento continuam, mas o governo permitiu a reabertura de pequenos estabelecimentos comerciais – de até 200 metros quadrados –, como livrarias, cabeleireiros, sapatarias e concessionárias de automóveis. A prática de atividades ao ar livre também está permitida.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo