Bolsonaro volta a apoiar ato contra STF e Congresso: 'chega de interferência'

Por Metro Jornal

O presidente Jair Bolsonaro voltou a apoiar no domingo (3) protestos populares que defendem o seu governo e atacam o STF (Supremo Tribunal Federal), o Congresso e pedem intervenção militar.

Bolsonaro acompanhou ontem pessoalmente um grupo que ocupou a Esplanada dos Ministérios e se aglomerou na entrada do Palácio do Planalto,em Brasília.

O presidente acenou para os manifestantes e fez uma transmissão ao vivo pela internet da rampa do Planalto. Bolsonaro afirmou que as Forças Armadas estão “ao lado do povo, pela lei, pela ordem, pela democracia, pela liberdade” e falou sobre a relação entre os poderes.

“Queremos a independência verdadeira dos três poderes, e não apenas uma letra da Constituição, não queremos isso. Chega de interferência. Não vamos admitir mais interferência. Acabou a paciência. Vamos levar esse Brasil para frente.”

O ex-ministro Sergio Moro, que acusou o presidente de tentar interferir na Polícia Federal, também foi alvo de críticas dos manifestantes. Os apoiadores do presidente agrediram, de forma física e verbal, uma equipe do jornal O Estado de S. Paulo que cobria o ato.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo