Covid-19 também ataca o emocional; veja como conseguir ajuda

Por Metro Jornal

Para além dos sintomas tradicionais da covid-19, a pandemia provocada pelo novo coronavírus pode afetar
a saúde psicológica das pessoas, mesmo entre as que não tenham sido infectadas.

Em cartilha do Ministério da Saúde para tratar dos problemas psicossociais acarretados pelo novo coronavírus, a Fundação Oswaldo Cruz afirmou “que entre um terço e metade da população exposta a uma epidemia pode vir a sofrer alguma manifestação psicopatológica”.

“As pessoas estão sofrendo com a impotência, o medo da doença e da morte”, disse o psicólogo e psicanalista da rede de acolhimento Experiência de Escuta Francisco Nogueira.

Os impactos sociais e econômicos da pandemia podem potencializar dificuldades e inseguranças, causando ansiedade, insônia, alterações no apetite, variações de humor, dificuldade em lidar com os sentimentos e com as outras pessoas e angústia. “Está tudo bem sentir essas coisas neste momento, a questão é o que fazer com isso”, afirmou Nogueira.

Outro ponto que pode afetar o emocional é o isolamento. “É diferente de querer não sair. Isso traz frustração e, quando mal elaborada, pode produzir sentimentos difíceis de lidar, como raiva, revolta e tristeza.”

Segundo o psicólogo, o problema ocorre quando o indivíduo não sabe como aliviar esses problemas. “Quando se tornam impeditivo para fazer coisas do dia a dia é preciso pedir ajuda”, comenta Nogueira.

Diante de mais esse impacto da pandemia, diversos psicólogos criaram redes de acolhimento gratuitas. O Metro Jornal mostra abaixo como funciona o atendimento de algumas delas.

AÇÃO E REAÇÃO

Sinais

  • Medo de adoecer, morrer e de perder entes queridos
  • Medo de perder meios de subsistência ou não poder trabalhar
  • Dificuldade para dormir
  • Alteração do apetite
  • Variação de humor
  • Irritabilidade
  • Tristeza
  • Dificuldade em lidar com sentimentos e relações
  • Problemas de concentração


ONDE BUSCAR AJUDA

Experiência de escuta
Grupo de psicólogos que está oferecendo consultas gratuitas de acolhimento durante a pandemia. As sessões são individualizadas, duram 30 minutos, são feitas por chamadas de vídeo e podem ser agendadas no site https://www.relacoessimplificadas.com.br/escuta

APOIAR
O Instituto de Psicologia da USP (Universidade de São Paulo) disponibilizou atendimento a profissionais de saúde, a adolescentes (com o consentimento dos responsáveis) e a pessoas com mais de 18 anos. Os atendimentos são feitos pelo Laboratório de Saúde Mental e Psicologia Clínica Social Seguimos. Os interessados devem enviar e-mail para: [email protected].

BEM CARE
A startup de atendimentos de saúde liberou o pacote de Psicólogo Online sem custo pelos próximos seis meses. São quatro sessões mensais com o terapeuta disponível da sua escolha. É preciso cadastrar o celular no site https://bem.care/covidzero/ para liberar o link de download do aplicativo. Não haverá nenhum tipo de cobrança automática após seis meses.

CVV
O Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente a todas as pessoas que querem e precisam conversar em momentos de angústia, sob total sigilo, por telefone, e-mail e chat por 24 horas, todos os dias. Contatos pelo telefone 188 (sem custo pelo) ou pelo www.cvv.org.br, por chat e e-mail.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo