Editorial do Grupo Bandeirantes: A hora é de união

Por Grupo Bandeirantes

Quando o Brasil é agredido por uma ofensiva cruel de morte e desemprego, chega uma crise política ameaçando dar os retoques finais a um quadro que já é trágico o suficiente.

Os brasileiros não merecem.

Dizer que a hora é de pacificação e concentração de esforços tem sido tão correto quanto inútil.

O país permanece dividido quando deveria estar unido. Unido e consciente de que o inimigo é de todos e assim deve ser enfrentado.

A pandemia e seu rastro trágico na economia não permitem a insensatez de uma crise política a provocar novas tormentas. Alimentar essa crise, que já é gravíssima, com permanentes conflitos e provocações é o que a razão e a lucidez mais rejeitam.

A Band ainda acredita e insiste numa mensagem de união que, se não vier pela consciência de pacificar o país, que venha pelo medo de que as coisas piorem ainda mais.

Grupo Bandeirantes de Comunicação

Loading...
Revisa el siguiente artículo