Brasil registra 338 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas

Por Estadão Conteúdo

O Brasil registrou 338 mortes decorrentes do novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo dados atualizados nesta segunda-feira, 27, pelo Ministério da Saúde. Com isso, o total oficial de vítimas da covid-19 no País chegou a 4.543. Até domingo, eram 4.205 óbitos.

O número total de casos confirmados subiu de 61.888 para 66.501, sendo 4.613 novos casos registrados de ontem para hoje. A taxa de letalidade está em 6,8%.

LEIA TAMBÉM:
Obra de Banksy já revela relação com a pandemia de coronavírus
Cobrança para furar fila em agências da Caixa revolta clientes

É importante ressaltar ainda que esses números não incluem as subnotificações, ou seja, pessoas que morreram nos últimos dias com os mesmos sintomas causados pelo novo coronavírus, mas que não tiveram a causa da morte investigada ou concluída até o momento.

Testes

Conforme mostrou reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, uma série de falhas e divergências entre os sistemas de registro de testes do Ministério da Saúde e dos Estados impede que o País saiba o número real de exames de coronavírus que foram realizados desde o início da pandemia. A falta de controle do governo brasileiro sobre o número de testados é um dos fatores que dificultam o entendimento do real alcance da epidemia no país.

Levantamento feito pela reportagem com as 27 secretarias estaduais da Saúde do País e com o Ministério da Saúde descobriu problemas como duplicidade de registros, números não informados por incompatibilidade de sistemas e até casos em que exames para outros vírus respiratórios, como o da gripe, estão sendo contabilizados como testes do novo coronavírus.

Até o dia 23 de abril, o número de testes de coronavírus contabilizados pelo Ministério da Saúde era de 151.463. Já o volume de exames informado pelos Estados para o mesmo período era de 178.345. Independentemente da fonte considerada, o Brasil tem uma taxa de testagem hoje de 29 a 13 vezes menor do que a da Alemanha, Itália, Estados Unidos e Coreia do Sul, países que vêm investindo na ampliação dos exames para monitoramento ou controle da pandemia de covid-19.

Síndrome infantil pode ser causada pelo coronavírus, diz órgão de saúde inglês

Sintomas apresentados por crianças estão preocupando autoridades de saúde na Inglaterra

Loading...
Revisa el siguiente artículo