Item obrigatório contra coronavírus, máscara vira acessório fashion

Por Metro Jornal

Depois que o Ministério da Saúde recomendou, no início deste mês, o uso de máscaras de tecido nas ruas para ter mais proteção contra o novo coronavírus, vários estados e cidades passaram a editar normas reforçando a recomendação ou até exigindo a utilização do item em locais públicos. O estado de São Paulo entra hoje na lista, com recomendação do uso a quem sair de casa.

Isso tem feito o item bombar tanto que chegou ao ponto de começarem falsificações. A Polícia Civil de São Paulo apreendeu ontem milhares de peças de tecido falsificadas, trazendo logotipos de marcas famosas.

Para Lorenzo Merlino, estilista e professor da Faap, a máscara vai ganhar seu lugar como acessório da moda ocidental. E ele destaca que já há marcas produzindo as peças, usando tecidos de suas coleções. Na avaliação de Merlino, se for decretada a obrigatoriedade, ela será uma forma de as pessoas dizerem: “Eu estou usando a máscara, mas eu sou eu, então eu vou dizer como eu sou”. Com isso, prossegue, “vai ter customização. As pessoas vão querer se destacar, porque vai ser obrigatório”.

Seja qual for seu estilo, só não esqueça de lavar a peça sempre que a usar. Então, bora mascarar! No bom
sentido, claro…

Dá para fazer em casa:
Com peças de roupa sem uso. O site do Ministério da Saúde (www.saude.gov.br) traz um passo a passo. Precisa ter ao menos duas camadas de tecido

Precisa Lavar
Cada vez que sai de casa com a máscara, ela precisa ser lavada. Pode ser com água e sabão ou uma solução de 10 ml de água sanitária para meio litro de água

Não tocar
Enquanto estiver com a máscara, evite tocá-la. Para colocar ou tirar, faça pelo elástico

Loading...
Revisa el siguiente artículo