São Paulo recomenda mudança no horário de abertura de comércios essenciais

Por Metro Jornal com Rádio Bandeirantes

Um decreto da Prefeitura de São Paulo recomenda a implementação de novos horários para a abertura ou troca de turnos em comércios, indústrias e serviços na cidade. A ideia é evitar a aglomeração de pessoas durante o período de quarentena da capital paulista – a adesão é opcional.

A sugestão é que supermercados, farmácias, lotéricas, cartórios, serviços de call center, hotéis, pet shops, lavanderias e oficinas abram para o público antes das 6h ou só após às 11h. Atividades como construção civil, clínicas veterinárias, entregas de restaurantes por delivery, postos de combustíveis, bancas de jornal e feiras não foram incluídas na recomendação.

O decreto assinado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) foi publicado na edição desta quarta-feira (15) do Diário Oficial. Acompanhado do documento está uma tabela anexa com as recomendações de horário de início de funcionamento para cada serviço considerado essencial durante a quarentena. Clique aqui para ler.

Veja também:
Farmácias e drogarias de São Paulo passam a oferecer a vacina contra a gripe
Homem de 99 anos é o mais velho a receber alta após contrair covid-19

Loading...
Revisa el siguiente artículo