Ministro do STF encaminha pedido de afastamento de Bolsonaro à PGR

Por Metro Jornal

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Marco Aurelio Mello, determinou nesta segunda-feira (30) que a PGR (Procuradoria-Geral da República) analise uma denúncia contra o presidente Jair Bolsonaro, que pode resultar em afastamento.

A notícia-crime foi protocolada no STF no último dia 25 por "histórico de reiteradas e irresponsáveis declarações" do presidente sobre a pandemia de coronavírus (covid-19). O responsável pela denúncia foi o deputado federal Reginaldo Lopes (PT-MG).

Veja também:
Ministério Público de São Paulo investiga possível omissão de número de mortes por coronavírus
Senado aprova benefício de R$ 600 a autônomos e informais

"Para que a conduta irresponsável e tenebrosa e criminosa perpetrada pela maior autoridade pública Nacional, em seus pronunciamentos, não continue a colocar em risco a saúde de todos os cidadãos brasileiros", diz o pedido.

Caso o procurador-geral da República, Augusto Aras, aprove a denúncia, esta será encaminhada a Câmara dos Deputados para uma votação de processo de impeachment.

Se dois terços dos parlamentares aprovarem, o presidente é afastado por 180 dias. Depois, o caso ainda passaria pelo STF e pelo Senado.

 

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo