Prazo de saque imediato do FGTS termina nesta terça

Cerca de 36 milhões têm direito a sacar até R$ 998 de cada conta. Para especialista, dinheiro pode reforçar reserva de emergência

Por Metro Jornal

Dos 96 milhões de trabalhadores que tiveram até R$ 998 liberados para saque imediato da conta do FGTS, 37% do total ainda não retiraram o dinheiro. São R$ 14,8 bilhões disponíveis para cerca de 36 milhões de pessoas, segundo levantamento feito pela Caixa até a última semana.

O pagamento começou em setembro de 2019 e seguiu um cronograma de acordo com o aniversário do trabalhador. Mas todos ainda podem retirar o dinheiro, independentemente do mês em que nasceu.

No início, o trabalhador podia sacar até R$ 500 de cada conta ativa ou inativa. Depois, o governo permitiu que quem tivesse, em 24 de julho de 2019,  até R$ 998 por conta retirasse o saldo total.

Ninguém é obrigado a sacar o dinheiro. Caso ele não seja retirado, o valor volta para a conta do FGTS com atualização monetária e juros correspondentes ao período. Correntistas da Caixa, que tiveram os valores automaticamente depositados na conta, têm até 30 de abril para informar ao banco que querem manter o dinheiro no fundo.

Quando o saque foi anunciado pelo governo, especialistas recomendavam o saque do FGTS apenas se fosse para quitar dívidas. Agora, no entanto, na avaliação do planejador financeiro CFP pela Planejar, Bruno Mori, a retirada dos recursos pode ser uma boa opção.

“Diante do aumento das incertezas causadas pelo avanço da covid-19 é recomendável sacar o FGTS para reforçar a reserva de emergência. Em momentos de incerteza sobre o emprego e a renda é importante dispor de capital para arcar com despesas básicas imediatas e/ou futuras”, afirma Mori.

O especialista ressalta que o FGTS é uma poupança compulsória cujo objetivo é proteger o trabalhador de eventual falta de renda. Esses recursos, afirma Mori, devem ser preservados para eventualidades ao longo da vida.

“O acesso a essa poupança é recomendado às pessoas que precisam pagar dívidas, aos que ainda estão formando a reserva de emergência pessoal e aos que não pretendem usar o dinheiro para consumo imediato”, orienta.

Segundo planejador financeiro, para quem vai investir, de forma geral, vale a pena sacar os recursos em função da liquidez e disponibilidade em caso de necessidade. “A recomendação é que os investimentos tenham baixo risco e liquidez imediata. Algumas opções são os CDBs, os fundos DI e o Tesouro Selic”, afirma.

Não precisa ir à agência

A Caixa alerta que a melhor forma para receber os valores é pelo app FGTS, sem custos adicionais. Com isso, o trabalhador evita deslocamentos e contribui para prevenção da covid-19.

Novos saques

O governo sinalizou que deve permitir novas retiradas de dinheiro do FGTS para ajudar na movimentação da economia diante da pandemia do novo coronavírus. Já está em vigor uma medida provisória que destina recursos do PIS/Pasep não sacados para o FGTS e permitir novos saques.

Regras para saque do FGTS

Data limite é 31 de março

Canais para consulta

App FGTS, site fgts.caixa.gov.br e central 0800 724 2019

Quem tem direito

• Até R$ 998 por conta Trabalhadores que, até 24 de julho do ano passado, tinham até esse valor, que é equivalente ao salário mínimo do ano passado, em conta. Esse limite começou a valer em dezembro. Como muitos já tinham sacado R$ 500, é possível que tenham um adicional para retirar, de até R$ 498

• Até R$ 500 por conta Se a quantia era maior que R$ 998, o trabalhador pode sacar até R$ 500 por conta

Atenção! O saque é opcional. Quem decidir sacar pode movimentar os recursos normalmente caso seja demitido sem justa causa

Como sacar

USE O APLICATIVO!!!

• App FGTS
Ao solicitar o saque, é possível indicar uma conta da Caixa ou de outro banco para receber os valores, sem nenhum custo

Canais físicos

• Até R$ 998 por conta
Lotéricas e terminais de autoatendimento, para quem possui senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes com documento de identificação

• Até R$ 100 por conta
Lotéricas, mediante apresentação de documento de identificação original com foto

Loading...
Revisa el siguiente artículo