Coronavírus: mais de 1,2 mil detentos de SP foram para prisão domiciliar

Por Lucas Jozino - Rádio Bandeirantes

A Justiça já libertou 1.227 presos do regime semiaberto em todo o estado de São Paulo para a prevenção ao coronavírus. Os detentos são do grupo de risco e foram para prisão domiciliar – a única saída de casa possível é para atendimento médico.

O secretário da Administração Penitenciária, Nivaldo Restivo, é contra a decisão: “Não existe isolamento mais eficaz do que isolamento da pessoa que está cumprindo pena.”

Veja também:
São Paulo reduz frota de ônibus a 40% a partir desta segunda
Coronavírus: Brasil em 4,3 mil casos e 139 mortos por covid-19

No último sábado, a inteligência da Polícia Civil interceptou comunicado que seria do PCC determinando que advogados tentem tirar da cadeia presos da facção que estão no grupo de risco.

Para Restivo, a Justiça deve analisar criteriosamente o histórico de cada detento antes de autorizar a transferência.

Loading...
Revisa el siguiente artículo