Dicas de planejamento financeiro durante a pandemia do coronavírus

Apesar de o cenário não ser favorável, é necessário ter “cabeça fria” e, como sempre, planejar

Por Metro Jornal

A pandemia do novo coronavírus está mudando o cenário econômico mundial. Governos, empresas e famílias sentem os efeitos desastrosos da rápida desaceleração econômica. Em momentos como este, os mais bem preparados têm maior chance de sobrevivência – não somente no aspecto da saúde, mas, igualmente, no das finanças.

O consultor financeiro Carlos Terceiro explica como o controle das contas pode ajudar a não se endividar no difícil momento atual. Controlar os gastos, planejar o orçamento e se preparar para imprevistos e despesas de emergência são, diz ele, fundamentais.

Veja também:
Governo publica MP que autoriza suspensão de contratos de trabalho por 4 meses
Coronavírus: Brasil tem 1.620 casos confirmados de covid-19; 25 morreram

De acordo com Terceiro, é importante ter uma reserva de emergência focada em dois aspectos: segurança e liquidez. O consultor explica que o dinheiro guardado para essa finalidade deve ser aplicado em investimento de renda fixa: “Mesmo um grande investidor de renda variável tem uma reserva de emergência em investimentos em renda fixa”.

Para montar uma reserva de emergência, diz ele, não é necessário ganhar muito ou ser expert em finanças, mas, ter um planejamento eficiente. Veja abaixo algumas dicas.

Planos e contas

Apesar de o cenário não ser favorável, é necessário ter “cabeça fria” e, como sempre, planejar

• Estabeleça metas realistas
As metas são mais mensuráveis que os objetivos, por esse motivo faça uma análise de onde você está hoje, conheça bem os seus planos financeiros e trace metas específicas. Isso lhe auxiliará na elaboração de estratégias para o seu orçamento mensal, tornando mais fácil estabelecer metas de economia para juntar dinheiro.

• Corte gastos desnecessários
Depois de fazer a análise de como o dinheiro está sendo utilizado, é possível distribuí-lo em categorias e, assim, eliminar os gastos prejudiciais à saúde financeira.

• Faça o planejamento de ganhos e gastos
Controle financeiro é fundamental. Aplicativos de gerenciamento financeiro como o Mobills podem te ajudar nesse sentido. Se preferir, monte uma planilha com todos os gastos e ganhos do mês. O importante é não perder o controle da entrada e saída do dinheiro.

• Invista
O cenário atual não é o mais amigável para quem está entrando agora no mundo dos investimentos. No entanto, é necessário poupar buscando rentabilidade acima da inflação. O ideal é direcionar, no mínimo, 10% da renda líquida mensal para uma reserva de emergência. E, no momento de aplicar o dinheiro, prezar pela segurança. Optar por investimentos de baixo risco e, de preferência, com liquidez diária.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo