Justiça condena torcedor palmeirense que atropelou e matou corintiano em Osasco

Por Metro Jornal

A Justiça condenou a 22 anos e seis meses de prisão o torcedor palmeirense Diogo de Moura Santos, acusado de atropelar e matar outro torcedor em 9 de abril de 2018 em Osasco, na Grande São Paulo.

Veja também:
Hospitais privados temem falta de equipamentos de proteção em dois meses
Paraná proíbe entrada de ônibus interestaduais por duas semanas

O caso aconteceu quando o Corinthians comemorava a vitória contra o Palmeiras no Campeonato Paulista, em frente à sede da torcida Gaviões da Fiel. Diogo atropelou o corintiano José Artur Martins, de 24 anos, e fugiu sem prestar socorro.

O palmeirense foi condenado a 15 anos de prisão pelo homicídio de José e mais 7 anos e seis meses pelo atropelamento de outro torcedor.

A Polícia encontrou o carro na garagem da casa de Diogo em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. O outro torcedor que também foi atropelado e sobreviveu reconheceu o veículo.

 

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo