Virada Cultural de SP é adiada para setembro

Por Estadão Conteúdo

A Virada Cultural de São Paulo foi adiada por conta do surto do novo coronavírus. Como parte das medidas tomadas pela Prefeitura, estão o adiamento ou cancelamento de eventos que gerem aglomeração de pessoas. Em 2019, a Virada atraiu cinco milhões de pessoas, entre as atividades no centro e em equipamentos culturais espalhados pela cidade. Uma nova data, em setembro, ainda será definida pela Prefeitura.

LEIA MAIS:
Coronavírus faz Liga Mundial de Surfe adiar Circuito Mundial
Covid-19: sobe para 290 casos confirmados; suspeitos aumentam quase 4x

No decreto assinado pelo prefeito Bruno Covas e publicado nesta terça-feira, 17, no Diário Oficial do município, também fica determinado "o fechamento imediato de museus, bibliotecas, teatros e centros culturais públicos municipais, bem assim a suspensão de programas municipais que possam ensejar a aglomeração de pessoas, tais como o 'Ruas Abertas"".

O decreto também prevê que a Secretaria Municipal de Cultura "suspenda as autorizações para filmagens e gravações de que trata o Decreto nº 56.905, de 30 de março de 2016", medida já anunciada pelo órgão em suas redes sociais.

A Prefeitura também veda a expedição de novos alvarás de autorização para eventos públicos.

Outra medida que pode afetar os equipamentos culturais é a previsão de usá-los para atendimento emergencial de saúde, se necessário.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo