Corte russa aprova Putin no poder até 2036

Por Metro Jornal

A Corte Constitucional da Rússia decidiu ontem que são válidas e estão de acordo com a lei as propostas de mudança que permitem ao presidente Vladimir Putin permanecer no poder até 2036. Na última quarta-feira, o parlamento russo havia aprovado mudanças na Constituição do país que permitem que Putin permaneça outros 12 anos no poder depois do fim do seu mandato atual, que acaba em 2024.

A Câmara de Deputados, conhecida como Duma, é controlada pelo governo russo. A maioria dos legisladores votou a favor de uma série de emendas constitucionais. Foram 383 votos a favor, 0 contra e 43 abstenções. Com a medida aprovada ontem pelo Tribunal Constitucional, o próximo passo é a uma votação nacional, agendado para o próximo dia 22 de abril, segundo o portal G1.

Putin, de 67 anos, é um ex-agente da KGB, o antigo serviço de inteligência soviético, e está no poder no país desde o ano 2000. Inicialmente, ele foi presidente durante dois mandatos consecutivos de quatro anos. Ao fim desse período, um aliado dele, Dmitry Medvedev, assumiu a presidência, enquanto o próprio Putin serviu como primeiro-ministro. Durante o governo de Medvedev, o mandato passou a ser de seis anos. Putin foi eleito então em 2012 e, novamente, em 2018.  

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo