China enviará médicos para ajudar Itália

Por Ansa

O presidente da China, Xi Jinping, anunciou que enviará médicos especialistas para a Itália para que eles possam "fazer o melhor" para garantir assistência aos pacientes contaminados pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A decisão foi revelada durante telefonema realizado na noite deste domingo (15) entre o líder chinês e o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, segundo a agência Xinhua.

Na conversa, Xi teria elogiado o governo italiano pela série de "medidas resolutas" de prevenção e controle adotadas em resposta à pandemia da Covid-19.

"A China apoia fortemente e está totalmente confiante na vitória da Itália sobre a epidemia", disse Xi, de acordo com a rede estadual CFTV.

A contribuição chinesa foi anunciada uma semana depois que o ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio, e o seu homólogo chinês, Wang Yi, fecharam um acordo para que a China forneça cerca de dois milhões de máscaras faciais.

Além disso, a parceria prevê também a venda de 20 mil roupas protetoras, 50 mil cotonetes para efetuar testes para detecção do vírus e o fornecimento de mil ventiladores pulmonares para o tratamento dos infectados.

Segundo o balanço divulgado nesta segunda pela Defesa Civil da Itália, quase 28 mil pessoas foram contaminadas pelo coronavírus em todo o país, enquanto que 2 mil pacientes morreram.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo