Começa obra em corredores de ônibus de São Paulo

Por Metro Jornal

Corredores e faixas de ônibus de São Paulo começam a passar por obras para recuperar o pavimento e tapar buracos das vias reservadas, em um contrato de um ano da SPTrans com um consórcio escolhido para o serviço, a um custo de R$ 52 milhões.

No dia 2 de março, o Metro Jornal publicou levantamento feito pela Rádio Bandeirantes em dois importantes corredores da cidade, Radial Leste, na zona leste, e avenida Francisco Moraro, na zona oeste, que identificou um buraco a cada 205 metros em média.

Foram identificados naquela ocasião 104 buracos na faixa de ônibus da Radial em um trecho de 20 km entre Itaquera e o Brás e 16 crateras em 4,5 km da Francisco Morato.

Ontem, uma reportagem  do Metro Jornal mostrou uma cratera aberta na faixa de ônibus na avenida Brigadeiro Luís Antônio.

Segundo a SPTrans, os trabalhos foram iniciados em 3 de março nas seguintes vias: Radial Leste e avenida Celso Garcia, na zona leste, e as avenidas Belmira Marin, Interlagos, Engenheiro Armando de Arruda Pereira, Brigadeiro Luís Antônio e Santo Amaro, todas na zona sul.

A prioridade foi dada aos locais onde há maior influência dos buracos no tráfego dos ônibus, de acordo com a SPTrans.

Segundo a empresa, as obras são tocadas em cinco frentes de trabalho, que atuam entre 21h e 4h, e, desde o início dos serviços, mais de 200 buracos foram fechados.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo