Profissionais da saúde e idosos abrirão campanha de vacinação contra gripe

Por Metro Jornal

Antecipada de 13 de abril para 23 março em função do avanço do coronavírus, a campanha nacional de vacinação contra a gripe será aberta por dois públicos-alvos: profissionais da saúde e idosos.

“O desafio é realizar a campanha com segurança, evitando aglomerações. É complexo. Ajustamos o cronograma para imunizar as pessoas mais vulneráveis e quem está trabalhando diretamente no atendimento”, afirmou o secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Wanderson de Oliveira.

Na segunda fase, a partir de 16 de abril, o foco será nos professores e profissionais de segurança. A terceira etapa começa em 9 de maio e vai atender a crianças de seis meses a menores de seis anos, doentes crônicos, pessoas com 55 anos ou mais, grávidas, mães no pós-parto e indígenas.

A dose da vacina não protege do coronavírus e só imuniza contra tipos de influenza, causador da gripe. A avaliação do governo é de que a antecipação vai facilitar diagnósticos e evitar aumento de doenças respiratórias.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo