Prefeitura do Guarujá recusa ajuda do Exército para buscar desaparecidos

Por Rádio Bandeirantes

ERRATA: A Prefeitura do Guarujá informou que solicitou a auxílio das Forças Armadas para organizar a ajuda humanitária e ajudar as famílias desabrigadas, e que a organização do resgate e busca de desaparecidos está sob comando do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, cabendo à prefeitura apenas ajuda logística.

A prefeitura do Guarujá recusou ajuda do Exército nos trabalhos de busca por desaparecidos após as chuvas que atingiram a Baixada Santista no início da semana.

Moradores e voluntários se queixam de desorganização e falta de gente para trabalhar. A 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea afirma que entrou em contato com a prefeitura do Guarujá no dia 3, colocando o Exército à disposição para auxiliar nas buscas.

Veja também:
Coronavírus muda rotina no aeroporto de Guarulhos
PM de São Paulo causou mortes em baile funk de Paraisópolis, aponta inquérito

A prefeitura, no entanto, agradeceu a disponibilidade de apoio e informou que os meios do município são suficientes para atender a demanda do momento.

O total de desaparecidos devido a desmoronamentos e deslizamentos no litoral de São Paulo subiu, nesta sexta-feira-feira para 49 – ante 24 até anteontem. Balanço da Defesa Civil Estadual mostrou que 30 pessoas morreram em Guarujá, Santos e São Vicente. O número atual de desabrigados é de 249 em Guarujá e 185 em Santos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo