Após chamar humorista para comentar PIB, Bolsonaro diz que imprensa faz piada com PIB

Por Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro responsabilizou a imprensa pela repercussão da piada que ele mesmo fez ao comentar o resultado fraco do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019, que registrou crescimento de 1,1% no ano.

Nesta quarta-feira, 4, Bolsonaro escalou um humorista para responder perguntas de jornalistas sobre o ritmo da atividade econômica. Nesta quinta-feira, 5, de forma irônica, o mandatário indagou por que os profissionais da comunicação vão diariamente à residência oficial registrar suas declarações mesmo após sofrer ataques da autoridade máxima do País.

LEIA MAIS:
Guedes: ‘Se vocês estiverem menos nervosos daqui a um mês, quem sabe o dólar acalma’
Brasil tem oito casos de coronavírus, com duas transmissões dentro do país

"Parabéns à imprensa. Fiz piada com o PIB. Parabéns aí, valeu. Continuem agindo assim. Quando vocês aprenderem a fazer jornalismo, eu converso com vocês", disse o presidente nesta quinta, antes de embarcar para São Paulo, onde passará parte do dia. "Se vocês sofrem ataque todo dia, o que vocês estão fazendo aqui? O espaço é público, mas o que vocês estão fazendo aqui? O dia que vocês (se) conscientizarem que vocês são importantes fazendo matérias verdadeiras, o Brasil muda", afirmou Bolsonaro

Na quarta, o presidente enfrentou reações negativas sobre sua postura em relação ao resultado do PIB. "PIB? O que é PIB? Pergunta para eles (jornalistas) o que é PIB", disse Bolsonaro ao humorista Márvio Lúcio, conhecido como Carioca, que estava vestido como o presidente. Antes, o humorista distribuiu bananas aos jornalistas. Carioca usou um carro oficial da Presidência e contou com o auxílio do secretarial especial de comunicação, Fabio Wajngarten.

Mais tarde, em outra conversa com jornalistas, Bolsonaro minimizou o resultado do PIB e disse que espera uma melhora este ano, apesar do coronavírus.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo