Coronavírus: terceiro caso em São Paulo é confirmado

Por Agência Brasil

O Ministério da Saúde e as secretarias de Saúde de São Paulo (estadual e municipal) confirmaram um terceiro caso importado do novo coronavírus no Brasil. Além desse, investigam outro possível caso confirmado de coronavírus na capital paulista. Exames de contraprova estão sendo realizados para confirmar a amostra do possível caso.

LEIA MAIS:
Bolsonaro decide retirar Forças Armadas do Ceará ainda nesta quarta-feira
Covid-19: Facebook divulga anúncios da OMS no combate à desinformação

As informações serão divulgadas em coletiva às 17h pelo Ministério da Saúde, apurou o jornal O Estado de S. Paulo com fontes do governo.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse ao BRPolítico mais cedo que um dos casos era em São Paulo. O teste foi feito no laboratório Fleury, que ainda não está entre os credenciados pelo governo federal para este tipo de análise. Assim, será necessária uma contraprova, segundo o ministro.

O Brasil tem dois casos confirmados do novo coronavírus, ambos em São Paulo e de pacientes que estiveram na Itália. Segundo balanço divulgado na terça-feira, 3, às 15h50, há outros 488 casos suspeitos no País.

O primeiro caso do novo coronavírus em um morador do Brasil foi identificado no dia 26 de fevereiro. Esse paciente esteve na Itália, a trabalho. Quando começou a apresentar sintomas, como tosse, coriza e febre, procurou o Hospital Israelita Albert Einstein, que confirmou a suspeita.

O segundo caso, também confirmado em São Paulo, foi de um paciente de 32 anos. Ele foi atendido no mesmo hospital, no dia 28 de fevereiro. Ele chegou em São Paulo um dia antes, em um voo procedente de Milão (Itália), quando também iniciou os sintomas. Durante o voo, usou máscara. No atendimento, foram relatados febre, tosse, dor de garganta, dor muscular e dor de cabeça. Ambos ficaram em isolamento domiciliar.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo