EUA: Cavalo desaba ao puxar carruagem e morre horas depois

Por Metro Jornal

O Central Park, localizado no coração de Nova York, é um dos mais populares pontos turísticos dos Estados Unidos. Além de fazer piqueniques, praticar esportes ou apenas passear pelo gigantesco parque, moradores e turistas podem pagar por uma volta nas tradicionais carruagens que rondam o local.

No entanto, tais carruagens viraram alvo de críticas nos últimos dias. A jovem Julie Marie Cappiello gravou com seu celular o momento em que um dos cavalos que transportava uma carruagem entrou em colapso, caindo no chão e apresentando dificuldades para se levantar.

Visivelmente exausto, o animal é puxado por suas patas dianteiras por dois cocheiros, que tentam colocá-lo de pé. No entanto, o cavalo parece não ter forças para firmar suas patas traseiras, caindo repetidas vezes até finalmente deitar-se na calçada.

Em outro vídeo, publicado pelo grupo de ativismo animal NYClass, um grupo de homens tenta levantar o cavalo e colocá-lo em um comboio. No entanto, o grupo falha, e acaba derrubando-o no chão novamente.

Ainda de acordo com o NYClass, o animal – uma fêmea de nome Aisha – precisou ser sacrificado via eutanásia neste fim de semana. A diretora executiva do grupo ativista, Edita Birnkrant, argumentou à emissora CBS News que "é impossível operar carruagens deste tipo na cidade de Nova York sem tremendo sofrimento, abuso e crueldade aos animais".

As imagens viralizaram nos Estados Unidos e reacenderam um antigo debate sobre a proibição de carruagens puxadas por cavalos na cidade de Nova York. O atual prefeito, Bill de Blasio, se posicionou sobre o ocorrido – que descreveu como "doloroso":

"Fizemos progresso para o bem estar animal, mas devemos fazer mais", escreveu, em sua conta oficial no Twitter. "O esquadrão de investigações em maus tratos aos animais da Polícia de Nova York está trabalhando no caso, e conseguirá respostas".

Já uma porta-voz da indústria de carruagens da cidade, Christina Hansen, afirma que o animal exposto nos vídeos tinha 12 anos, era saudável, e possivelmente sofreu uma parada cardíaca. "Esta emergência média poderia acontecer com qualquer cavalo, a qualquer momento, em qualquer lugar, por inúmeras razões e sob uma grande variedade de condições", afirma. "Extremistas dos direitos animais estão se aproveitando desta tragédia".

Loading...
Revisa el siguiente artículo