General diz que não autorizou uso de imagem em vídeo divulgado por Bolsonaro

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

Um dos generais fardados cuja foto foi usada no vídeo para convocar a manifestação contra o Congresso, o deputado federal Roberto Peternelli (PSL-SP) desautorizou o uso da imagem. O vídeo convoca a população para ir às ruas no dia 15 de março e foi compartilhado pelo presidente Jair Bolsonaro por Whatsapp, causando polêmica e reação negativa entre parlamentares.

Veja também:
Fraude aproveita surto do coronavírus para disseminar vírus on-line
Regina Duarte acompanha Bolsonaro e também convoca população às ruas

Veja, a seguir, entrevista de Peternelli ao jornal O Estado de S. Paulo.
General, o sr. autorizou o uso de sua imagem para convocar manifestação que pede "fora Maia e fora Alcolumbre"?

Creio que o objetivo fosse dar um cunho do Exército, e não dos generais individualmente. Mas as Forças Armadas pertencem ao Estado e não são partidárias. Ninguém me pediu para usar minha imagem. 'Fora Maia e Alcolumbre' é impróprio como o 'fora Bolsonaro'.

O presidente divulgou vídeo em que o chefe do Executivo convoca manifestação contra outro Poder. O que o sr. Acha?

Só ele pode responder isso. Atrito entre o Executivo e o Legislativo não contribui para o País. Temos de focar no que é bom para o Brasil e buscar o consenso para aprovar as reformas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo