Motorista é banido da Uber após assediar menor

Por Metro Jornal com Estadão Conteúdo

Uma adolescente de 17 anos gravou e divulgou um vídeo nas redes sociais em que mostra um assédio que sofreu de um motorista do aplicativo Uber. A abordagem ocorreu durante corrida realizada na tarde de domingo (16), na cidade de Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre (RS).

A jovem se deslocava para a casa de uma amiga quando foi abordada pelo condutor, André Lopes Machado. Ao perceber que estava sendo assediada, começou a gravar o diálogo com a câmera do celular virada para o próprio rosto.

O motorista diz que poderia namorar a jovem, ao que ela responde que é menor. O condutor insiste, dizendo que esse não seria um problema. "Problema seria se tu tivesse 13 anos. E eu acho que tu não tem 13 anos… De 14 para cima, tu já é responsável", rebateu. Depois, ele diz que a namoraria, se ela não tivesse namorado. A jovem então diz que o motorista tem idade para ser o pai dela. Mas ele insiste: "Não sou teu pai nada". Ela continua: "Mas tem idade". E ele continua: "Eu faria coisas que teu pai não faria. Pode ter certeza".

A jovem, então, tenta colocar um fim na conversa. "Eu não tenho interesse, obrigada", disse. "Estou só brincando, eu não estou dizendo que você deveria ter interesse", é a última fala do motorista no vídeo. Ao fim da viagem, ela denunciou o perfil do motorista no aplicativo e registrou um boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher de Viamão. A Uber informou que o colaborador teve a conta banida e não atua mais na plataforma.

Veja também:
Vídeo flagra policiais agredindo jovens dentro de escola em São Paulo
Fique atento! Quase 200 mil brasileiros tiveram WhatsApp clonado só em janeiro deste ano

Ao registrar a ocorrência ao lado da filha na delegacia, a mãe da jovem lamentou o episódio e disse ter ficado "enojada e indignada" com o assédio. Segundo a mãe da garota, o Uber era o meio de transporte utilizado para evitar assaltos em ônibus.

O motorista prestou depoimento na noite desta terça-feira. Na saída, André falou com jornalistas e negou ter agredido a passageira. "Ela, em momento algum, se mostrou irritada, desesperada. Pediu pra descer não. O tempo todo rindo, brincando, conversa chegando. Ela perguntou minha idade, eu disse '43', daí ela disse 'mas tu tem idade para ser meu pai"", afirmou. Ele disse ainda que a jovem estava usando um short "tipo Anitta, uma miniblusa, com as pernas abertas no banco, chamando atenção".

Por meio de nota, a Uber informou que o motorista foi excluído do aplicativo. "A Uber considera inaceitável e repudia qualquer ato de violência contra mulheres. A conta do motorista parceiro foi banida assim que a denúncia foi feita. A empresa defende que as mulheres têm o direito de ir e vir da maneira que quiserem e têm o direito de fazer isso em um ambiente seguro."

Loading...
Revisa el siguiente artículo