Suspeita teria pesquisado local onde família foi encontrada morta no ABC

Por Metro Jornal

A Polícia Civil segue as investigações sobre o caso da família morta na região do ABC, na Grande São Paulo, no fim de janeiro. Segundo informações obtidas pela Record TV, Carina Dias, uma das suspeitas detidas, teria pesquisado o local onde os corpos foram encontrados dias antes do crime.

De acordo com a emissora, ela afirmou em depoimento que buscou informações e foi ao local onde os corpos das três vítimas foram encontrados, uma região de mata na estrada do Montanhão, em São Bernardo. Em depoimento, a suspeita foi questionada se conhecia local onde o carro com os corpos da família foi encontrado. Ela confirmou que procurou na internet e já foi várias vezes até a estrada.

Veja também:
Morre menino de 7 anos que ficou soterrado em deslizamento de terra em Osasco
Vídeo mostra metrô circulando com porta aberta na zona leste de São Paulo

Para a polícia, isso reforça a hipótese de que o crime foi premeditado. Carina, que é nora e cunhada das vítimas, também teria pesquisado o histórico dos policiais envolvidos na investigação antes de ser presa.

Além de Carina, outras quatro pessoas foram presas por suspeita de participação no crime: a esposa dela e filha das vítimas, Ana Flávia Golçalves, e os irmãos Juliano, Jonathan e Guilherme Ramos, primos de Carina.

Relembre o caso

O casal Romuyuki Gonçalves e Flaviana Guimarães e o filho de 16 anos, Juan Victor, foram encontrados carbonizados no porta-malas de um carro em uma estrada em São Bernardo do Campo. O pai e o filho teriam sido mortos a pauladas ainda em casa, e a mãe teria sido obrigada a dirigir o carro para desovar os corpos na estrada, onde teria sido assassinada.

De acordo com o relato de Juliano, o grupo planejou um roubo na casa da família após receber a informação de que eles tinham R$ 85 mil guardados em um cofre. Carina e Ana teriam facilitado a entrada dos três no condomínio para a realização do assalto. Elas confessaram ter planejado o roubo à casa da família, mas afirmaram que a situação fugiu de controle.

Loading...
Revisa el siguiente artículo