Polícia detém quadrilha com 48 celulares em São Paulo

Por Metro Jornal

Um total de 413 pessoas foram detidas no estado de São Paulo no primeiro fim de semana da operação Carnaval Mais Seguro, sendo 265 por furtos e roubos. Dos presos, 127 eram foragidos da polícia, segundo a Secretaria da Segurança Pública.

O celular era o objeto mais cobiçado pelos criminosos. E um grupo de colombianos, composto por um homem e três mulheres, entre 22 e 30 anos, foi preso com 48 aparelhos que, de acordo com a polícia, foram tirados de foliões na região da avenida Brigadeiro Faria Lima. Sete vítimas reconheceram seus celulares na delegacia e os levaram para casa.

No sábado, a Polícia Militar flagrou – com a ajuda de drones – e prendeu dois suspeitos de realizar roubos em um bloco em Pinheiros (zona oeste de SP). Também houve prisões em blocos na Barra Funda (zona oeste) e República (centro).

Tiros na Berrini

A polícia vai investigar se, na ocorrência em que cinco pessoas foram baleadas em um bloco na avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini (zona sul), houve ou não troca de tiros. Um policial civil que passava pelo local sofreu tentativa de roubo e atirou. Não se sabe se houve revide. Entre os cinco baleados, dois eram suspeitos do crime. Os demais eram foliões. Todos foram encaminhados para hospitais, e três já tiveram alta, dentre eles os dois suspeitos, que estão presos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo