China pensa em proibir comércio ilegal de animais

Por Metro Jornal

O PCC (Partido Comunista da China) estuda uma proposta para banir o comércio de animais selvagens no país, prática que estaria na origem da epidemia do novo coronavírus (Covid-19).

Segundo uma nota oficial divulgada ontem, a medida será discutida na 16ª sessão bimestral do Comitê Permanente do Politburo do PCC, em 24 de fevereiro.

“O próximo encontro avaliará uma proposta sobre o banimento do comércio ilegal de animais selvagens e a eliminação dos maus hábitos de comer animais selvagens, como forma de proteger a saúde e a segurança das pessoas”, diz o comunicado.

Acredita-se que o coronavírus tenha sido transmitido ao ser humano por meio de animais selvagens vendidos em um mercado de frutos do mar em Wuhan, capital da província de Hubei e epicentro da epidemia.   

Loading...
Revisa el siguiente artículo