Comércio projeta melhor Carnaval em 5 anos no país

Em Salvador, que aguarda a chegada de 850 mil turistas, restam poucas vagas nos hotéis

Por Band Folia

Não há época melhor que o Carnaval para a economia das cidades que lucram com a festa. Em todo País, as atividades turísticas relacionadas à época deverão alcançar o maior o volume de receitas desde 2015: R$ 8 bilhões.

Juntos, os Estados da Bahia (R$ 1,3 bi), Rio de Janeiro (R$ 2,6 bi) e São Paulo (R$ 1,9 bi) vão concentrar mais da metade da movimentação financeira no período.

Veja também:
Paulista e Sumaré ficam abertas para carros em domingos com blocos e no Carnaval
Carnaval em São Paulo: aplicativo facilita chegada aos blocos

A maior parte desse faturamento (88%) ficará por conta dos segmentos especializados em alimentação, como bares e restaurantes (R$ 4,8 bilhões), as empresas de transporte de passageiros e locação de veículos (R$ 1,3 bilhão) e os serviços de hospedagem (R$ 861,3 milhões).

Em um hotel a poucos metros de um dos circuitos da folia de Salvador, na Bahia, as reservas estão completas para cinco dias da festa. A estimativa é que cerca de 850 mil turistas curtam o Carnaval na capital baiana, sendo 10% desse volume compostos por estrangeiros. Para atender a demanda, a oferta de voos para o período foi ampliada em 11% – tudo para atrair cada vez mais foliões em uma das festas mais alegres e lucrativas do País.

Loading...
Revisa el siguiente artículo