Zerar ICMS para baixar combustíveis é inviável, dizem governadores

Por Metro Jornal

Governadores que participaram na terça-feira (11) de uma reunião afirmaram que há um consenso de que é inviável a proposta feita pelo presidente Jair Bolsonaro de zerar a alíquota do ICMS incidente sobre a venda de combustíveis. Por outro lado, eles defenderam que a questão dos impostos sobre o produto seja debatida na reforma tributária.

A reunião contou com a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, que não falou com a imprensa.

Os governadores acrescentaram ainda que, da forma como o “desafio” foi apresentado pelo presidente, acabou prejudicando politicamente os chefes dos estados.

“Houve muita provocação nas redes sociais, e o debate ficou muito superficial, não orientando [adequadamente] a população brasileira. Temos de colocar esse assunto na posição em que merece”, ressaltou o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB).

Wilson Witzel (PSC), do Rio de Janeiro, disse a que solução para as contas dos estados depende do pacto federativo e da reforma tributária. “Não estamos aqui para desafio ou duelo, mas para fazer com que as reformas avancem”, afirmou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo