Estado de São Paulo tem cinco mortes em decorrência da chuva

Por BandNews FM

Nesta terça-feira (11), subiu para cinco o número de mortes causadas pelas fortes chuvas que atingiram o estado de São Paulo. A vítima mais recente é um homem que estava desaparecido desde segunda-feira (10).

Seu carro foi arrastado por um rio que transbordou em Botucatu (235 km da capital). No mesmo município, outros dois homens e duas mulheres morreram.

 

Outro corpo encontrado nesta terça é de um funcionário da concessionária Entrevias. Na madrugada, o supervisor de tráfego estava trabalhando na rodovia Dona Leonor Mendes de Barros, na região de Marília (438 km da capital), quando uma cratera se abriu e dividiu a pista na altura do km 309.

Veja também:
Botucatu registra o triplo de volume de chuva de SP, 200 famílias desabrigadas e três mortes
Chuvas deixam mais de 500 desalojados e 142 desabrigados em São Paulo

Veja a seguir o comunicado da concessionária Entrevias sobre a morte em Marília:

"A Entrevias Concessionária de Rodovias informa que o pavimento da rodovia SP-333 (rodovia Dona Leonor Mendes de Barros), na altura do quilômetro 309, rompeu na madrugada desta terça-feira, 11, devido à forte chuva que atingiu Marília. No local uma cratera se abriu, dividindo a pista. O tráfego de veículos ficou interditado em ambos os sentidos.

O trânsito está sendo desviado no sentido oeste para o quilômetro 299, em direção a Garça, e no sentido leste para o quilômetro 314, em direção a Lins. No local onde o pavimento cedeu foi localizado um caminhão e um veículo da concessionária. Foi confirmada a morte de um funcionário da empresa, que exercia a função de supervisor de tráfego. A Entrevias está prestando todo o apoio à família da vítima.

Motoristas estão sendo orientados sobre o desvio e a área está isolada para o trabalho das equipes e por motivos de segurança. A concessionária trabalha em um projeto de recuperação emergencial para o local."

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo