Chuva em São Paulo: Polícia Federal e TJ-SP suspendem atividades

Por Estadão Conteúdo

A Polícia Federal em São Paulo suspendeu o atendimento ao público na Superintendência Regional, na Lapa de Baixo, zona oeste, em razão da forte chuva que atingiu a capital paulista e gerou mais de 70 pontos de alagamento na região metropolitana. Os estrangeiros e requerentes de passaporte que haviam marcado horários para esta segunda-feira, 10, poderão comparecer ao local até o dia 28 sem necessidade de reagendamento.

Leia mais:
Barranco desmorona em Osasco; veja vídeo
Anhanguera e Bandeirantes têm desvios por alagamentos
Veja como fica clima no resto da semana

As fortes chuvas das últimas 24 horas provocaram inundações, desabamentos e quedas de árvores, além de comprometer o transporte por meio de trens da CPTM. A orientação do Corpo de Bombeiros é para que as pessoas não saiam de casa ou tentem enfrentar o temporal e os alagamentos.

Tribunal de Justiça de São Paulo

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou a suspensão do expediente em todas as unidades judiciais da capital paulista nesta segunda-feira, 10, em razão das fortes chuvas que atingem a cidade e geraram mais de 70 pontos de alagamento na região metropolitana. A informação foi divulgada em nota da Presidência da Corte a magistrados, servidores, promotores de Justiça, defensores públicos, procuradores, advogados, demais profissionais do Direito e público em geral.

As chuvas também levaram a Polícia Federal a suspender os atendimentos ao público na Superintendência Regional, na Lapa de Baixo (zona oeste). Os estrangeiros e requerentes de passaporte que haviam marcado horários para esta segunda, 10, poderão comparecer ao local até o dia 28 sem necessidade de reagendamento.

A orientação do Corpo de Bombeiros é para que as pessoas não saiam de casa ou tentem enfrentar o temporal e os alagamentos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo