118 blocos desistem de desfilar em São Paulo

Por Metro Jornal e Rádio Bandeirantes

Dos 796 blocos autorizados pela Prefeitura de São Paulo para desfilar no Carnaval de rua na cidade neste ano, 118 cancelaram a participação. Mas 678 desfiles ainda devem acontecer na capital. Desses, 41 são considerados grandes, com expectativa de 40 mil pessoas ou mais.

A prefeitura não explicou o motivo de todas as desistências, mas alguns representantes reclamam da falta de organização. Jorge Garcia, representante dos blocos de rua de São Paulo, disse ontem à Rádio Bandeirantes que está difícil organizar os eventos na capital.

Já a coordenadora de programação da Secretaria Municipal de Cultura, Gabriela Fontana, afirmou, na mesma entrevista, que a prefeitura realizou mais de 60 reuniões com os representantes dos blocos.

Ainda com relação à dificuldade na organização, ontem de manhã os interessados em fazer a inscrição para trabalhar como ambulante na venda de bebidas alcoólicas no Carnaval de rua encontraram problemas no site de credenciamento. Devido ao alto número de acessos, o portal apresentou instabilidades durante o dia todo, o que dificultou o cadastro para as 12 mil vagas.

E a festa já começou!

Sábado, o Jockey Clube (zona oeste) recebe o CarnaUOL, que embala o público com axé, pop, sertanejo, funk e música eletrônica com shows de artistas como Iza, Claudia Leitte, Simone e Simaria, além da Banda Eva e Vintage Culture. Os ingressos estão disponíveis no site http://bit.ly/39df8C7. A entrada inteira é R$ 70.

Também tem o ensaio aberto do bloco Maquebloco, na alameda dos Aicás, em Moema (zona sul), das 12h às 19h, no domingo.

Objetos esquecidos

A Uber fez um levantamento de objetos mais esquecidos em viagens no Carnaval (veja a lista ao lado). Para recuperar um objeto, é preciso acessar a opção “itens perdidos” no aplicativo ou no https://uber.com/ajuda.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo