Trilhas na serra do mar permitem que visitantes conheçam história e vegetação nativa de São Paulo

Por Metro Jornal

O parque estadual Serra do Mar disponibiliza, desde o último dia 3, trilhas autoguiadas pelo trajeto Caminhos do Mar, que liga o planalto paulista ao litoral.

São nove quilômetros, de São Bernardo a Cubatão, que passam por diversos pontos históricos e com vegetação nativa preservada. Alguns exemplos são: a Calçada do Lorena, que dom Pedro 1º usou para subir a serra e declarar a independência do Brasil; o Rancho da Maioridade, antigo local de descanso e reabastecimento durante a viagem até Santos; e o Pouso Paranapiacaba, antiga parada de carros e de onde é possível ver o mar.

Na trilha autoguiada, os monitores ficam nos locais turísticos para contar suas histórias. O caminho dura cerca de cinco horas. Nesta modalidade é preciso marcar horário da visita. Também é possível fazer a trilha guiada por monitor, de quarta a sexta-feira, que pode ser repartida em quatro roteiros diferentes e não necessita agendar.

paranapiacaba Pouso Paranapiacaba / fotos: Reprodução/Acervo fundação florestal

Pode-se estacionar o carro na entrada do parque e voltar a pé para buscá-lo. Há o ônibus 61A-Alto da Serra, que sai de Riacho Grande, em São Bernardo, e vai até o parque. No fim da descida, um ônibus leva os visitantes para a rodoviária de Cubatão.

Recomenda-se levar água, lanche, repelente, protetor solar, toalha, além de itens que a pessoa queira.  

DESCIDA COMPLETA DO PLANALTO AO LITORAL

4 a 5 horas – 9 km

Nos dias de céu claro, o visitante tem a paisagem do litoral, de onde é possível avistar o porto de Santos, o maior da América Latina. O trajeto revela a rica biodiversidade da Mata Atlântica, em contraste com a zona urbana.

CAMINHADA LEVE PELO PLANALTO

2 horas – 3 km

Com o objetivo de oferecer uma opção mais leve para o visitante, este roteiro apresenta uma caminhada de cerca de 3 km por asfalto, com pouco desnível, sendo indicado a idosos, pessoas com deficiência e pessoas com carrinhos de bebê. Passa pela Ponte Rio das Pedras, de onde é possível avistar as estruturas da Usina Hidrelétrica Henry Borden e represa Rio das Pedras. Este roteiro contempla a Casa de Visitas do Alto da Serra e o Pouso Paranapiacaba.

BATE E VOLTA AO PADRÃO DO LORENA

4 a 5 horas – 9 km

O percurso se inicia em planalto com descida até a metade do trajeto, com visita ao último monumento denominado Padrão do Lorena. O retorno é pelo mesmo caminho em subida. Para os dias de tempo aberto, o visitante tem a vista do litoral, de onde é possível avistar o porto de Santos, o maior da América Latina. O trajeto revela a rica biodiversidade da Mata Atlântica em contraste com a zona urbana.

SUBIDA COMPLETA: PASSOS DE Dom PEDRO 1º RUMO À INDEPENDÊNCIA

4 a 5 horas – 9 km

O roteiro simula um dia comum no Brasil Colônia, quando as pessoas caminhavam e contavam com o apoio de mulas para o transporte de algodão, tabaco e açúcar pela Calçada do Lorena. Nesse cenário que dom Pedro 1º subiu a serra e proclamou a Independência do Brasil, em 7 de setembro de 1822. O acesso se dá por Cubatão, serra acima até o município de São Bernardo, na saída do parque.

SERVIÇOS:

Trilha Caminhos do Mar. Rodovia SP-148, estrada
Caminho do Mar, km 42, São Bernardo.
Visitas autoguiadas: sábados, domingos e feriados. Com monitor: quarta a sexta-feira. Ingresso: R$ 32 – estudantes tem direito a meia entrada; crianças menores de 12 anos e adultos maiores de 60 anos podem pedir isenção. Reserva de ingressos e mais detalhes no site www.ingressosparques paulistas.com.br/parques/pesm-caminhos-do-mar

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo