Inquérito investiga agressão de policial contra grávida no interior de São Paulo

Por Metro Jornal

Dois policiais militares foram afastados após um vídeo em que um deles agride uma mulher grávida ser divulgado na internet. O caso ocorreu na terça-feira (4) durante uma ocorrência em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

Segundo a Polícia Civil, o boletim de ocorrência consta que a vítima, de 23 anos, interviu em uma abordagem que flagrou um adolescente que portava maconha. Ela teria xingado os policiais, e um deles reagiu. As imagens mostram o policial imobilizando a mulher, deitada no chão. Um dos joelhos do homem pressiona a barriga dela, que também é agredida com tapas no rosto.

Veja também:
Unicamp 2020 divulga lista de aprovados na primeira chamada
Subprefeituras oferecem serviços gratuitos para empreendedor de São Paulo

Tanto a vítima quanto os moradores alertam ao homem sobre a gravidez e pedem para que ele saia de cima dela, mas ele afirma que ela estaria presa. A mulher diz ainda que não está resistindo à prisão, mas às agressões do policial. Assista ao vídeo:

Grávida de 22 semanas, ela foi levada a um hospital para exames e passa bem, assim como o feto. O Comando do 17º Batalhão afirmou, em nota, que os fatos serão apurados por meio do "procedimento legal adequado." Nas redes sociais, o governador João Doria repreendeu a conduta, considerada "totalmente inadequada."

Loading...
Revisa el siguiente artículo