EUA: primeira votação do Partido Democrata tem problemas e atraso

Por Ansa

O estado de Iowa abriu oficialmente ontem (3) o calendário das primárias para as eleições presidenciais norte-americanas. No entanto, o "caucus" do Partido Democrata resultou em uma enorme confusão e, até agora, não se sabe quem ganhou.

LEIA MAIS:
Coronavírus: Governo define regras para receber brasileiros da China
Confira a cotação do dólar, euro e bitcoin em tempo real nesta terça, 4 de fevereiro

O líder do Partido Democrata em Iowa, Troy Price, declarou tarde da noite que os resultados sairiam apenas hoje devido a "inconsistências" na apuração.

A votação é a primeira para definir quem deve competir com o candidato republicano no pleito à Casa Branca. "Foi um desastre total. Nada funcionou, igual a como eles governaram o país", criticou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, do Partido Republicano, que tentará a reeleição. Ironizando a confusão, Trump reivindicou a vitória em Iowa.

"A única pessoa que pode reivindicar uma grande vitória em Iowa na noite passada é Trump", escreveu o presidente, em seu perfil no Twitter. O diretor de campanha de Trump, Brad Parscale, disse que a situação como um colapso democrata. "Eles não conseguem nem administrar um caucus e querem comandar o governo. Não, obrigado", afirmou.

LEIA MAIS:
Dia Mundial de Combate ao Câncer: médicos recomendam atividade física para prevenção

Os democratas disseram que houve um problema na hora de contabilizar os votos em um software usado pelo partido. O pré-candidato Pete Buttigieg chegou a proclamar a própria vitória com base em números que seus partidários diziam ter apurado em 83% dos centros de votação.

Já os pré-candidatos Bernie Sanders e Elizabeth Warren garantiram ter ultrapassado o patamar mínimo de 15% dos votos.

Chamado de caucus, o sistema eleitoral das primárias de Iowa funciona em etapas. Na primeira, cada eleitor aponta seu candidato preferido. Os que ficarem com menos de 15% dos votos são eliminados da disputa. Depois, os eleitores votam novamente, escolhendo os candidatos remanescentes. O processo vai se repetindo até que não haja mais ninguém com menos de 15% dos votos.

Por fim, o número de delegados representantes do partido com direito a voto na convenção nacional é dividido proporcionalmente entre os vencedores.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo