Escorpiões infestam bairros da Grande São Paulo e moradores reclamam

Por BandNews FM

Ouvintes da rádio BandNews FM reclamam de infestações de escorpiões em diferentes pontos da Grande São Paulo. A ouvinte Beth mora no bairro de Santana, na zona norte da capital, e teme a presença dos animais. Cerca de 30 quilômetros dali, a ouvinte Cláudia também reclama de escorpiões no bairro Camilópolis, na cidade de Santo André.

Entre os cuidados que podem ser tomados para evitar ataques de escorpiões estão manter a casa limpa, principalmente quintais e terrenos baldios, e evitar o acúmulo de lixos e entulhos. Os moradores também devem vetar acessos pelas frestas de portas e janelas, eliminar insetos que são presas, como baratas, aranhas e grilos, e manter caixas de esgotos e ralos fechados.

Veja também:
Defensoria de São Paulo faz mutirão para orientar sobre vaga em creche
São Paulo tem chuvas abaixo do esperado em janeiro, diz CGE

A picada de escorpião pode matar, principalmente, crianças, idosos e pessoas com a saúde debilitada. Em caso de picada, as orientações são lavar a ferida com água e sabão, fazer compressas mornas e procurar imediatamente o serviço de saúde mais próximo.

Procurada, a Prefeitura de São Paulo informou que as equipes de vigilância em saúde ambiental atuam atendendo ocorrências e monitorando áreas infestadas, além de adotar medidas para conter a proliferação dos animais.

Já a Prefeitura de Santo André disse que, nos últimos 10 anos, o número de acidentes com escorpiões notificados, aqueles nos quais o munícipe procurou o sistema da saúde, são extremamente baixos.

A administração municipal recomenda que se evite o acúmulo de qualquer material que possa produzir tocas, bolsões de ar entre as camadas onde podem proliferar insetos que estão na cadeia alimentar dos escorpiões. O uso de inseticidas não é recomendado pois mata as presas e não afeta os escorpiões que conseguem sobreviver sem troca de gases externos por um longo período.

Loading...
Revisa el siguiente artículo